O que você precisa saber para gerenciar sua barbearia

O mercado de serviços para o público masculino tem crescido consideravelmente nos últimos anos. Nesse cenário, saber como gerenciar uma barbearia é fundamental para se destacar. Com tantos concorrentes, é preciso entender como posicionar um negócio nesse setor.

Do planejamento financeiro ao relacionamento com o público, cada detalhe faz diferença para atender com qualidade. Um bom serviço na barbearia não é o suficiente para ter sucesso. É preciso pensar na empresa como um todo, por isso a gestão é tão importante e deve ser construída em boas bases.

Neste post, você entenderá melhor sobre o mercado atual e quais são as exigências que ele impõe. Saiba como gerenciar uma barbearia e ter sucesso!

O cenário atual do mercado de barbearias

Tim Collins Photography

As barbearias nunca deixaram de existir, a questão é que, nos últimos anos, a cultura da barba se fortaleceu e ganhou mais espaço, graças à desconstrução de uma ideia antiga de que os pelos no rosto eram sinal de desleixo.

Muito pelo contrário: manter uma barba exige cuidados, desde o uso de produtos até a ida às barbearias. Além dos barbudos, também há um mercado para quem faz a barba – que precisa de tantos cuidados quanto na pele quanto na sua imagem. Foi a partir disso que passaram a surgir cada vez mais estabelecimentos com a excelência na oferta de serviços. Basicamente, o mercado evoluiu, indo ao encontro do desejo dos homens de cultivar barba.

A proximidade com o público

O ponto principal desse avanço do modelo de negócio é justamente a construção em cima do relacionamento com o público. Não é uma experiência em que simplesmente o barbudo espera sua vez, corta o cabelo, faz a barba e volta para casa. Tudo é trabalhado para que ele tenha um momento de cuidado só para ele.

A tradição do bate-papo de vizinhança, das histórias e do clima leve é sempre algo muito cultivado pelas novas barbearias. Isso fez com que essa transição de estabelecimentos simples para os mais elaborados fosse menos impactante. No geral, a experiência é completa e é muito mais do que o serviço escolhido.

O cenário atual

Quem vive em grandes metrópoles pode constatar mais facilmente: não é nem um pouco difícil encontrar uma barbearia no seu bairro! Elas estão por toda parte, e isso pode ser comprovado em números: setor cresceu 94%, faturando R$ 19,6 bilhões somente de 2011 a 2016.

A perspectiva é ainda maior, já que o esperado é que esses valores alcancem R$ 26,7 bilhões em 2021. Em crescimento, de 2014 até 2019, a estimativa é de que esse salto seja de 7,1% ao ano. Os resultados são animadores, mas é preciso muito esforço e competência para se destacar em meio a tanta concorrência.

O que você precisa saber para gerenciar uma barbearia

Em meio a um mercado cada vez mais explorado, gerenciar uma barbearia é um grande desafio. Destacar-se diante da concorrência é fundamental, e isso passa por alguns pontos importantes. Mais do que competir no segmento, é preciso cuidar do negócio com eficiência, pois só assim ele terá vida longa e muito sucesso.

Das finanças ao marketing, dos serviços ao atendimento, absolutamente tudo precisa ser planejado e executado da melhor forma! A seguir, entenda quais são os principais pontos a serem considerados para ter sucesso à frente de uma barbearia!

Planejamento financeiro

Tudo começa com dinheiro. Você deve saber disso, afinal, custear um sonho nem sempre é barato. Para começar uma barbearia, é necessário ter capital para investir: estrutura, equipamento, despesas mensais, salário de profissionais, produtos e mais uma série de custos indispensáveis. A partir daí, é possível dar vida ao negócio.

No entanto, as despesas não param por aí, e é justamente esse o ponto que requer maior atenção e planejamento. Gerenciar barbearia passa por ter controle das finanças, mantendo o equilíbrio entre os lucros, despesas e investimentos. É fundamental saber os gastos que ela vai gerar mensalmente.

Por isso, um bom controle do fluxo de caixa é o início de tudo. Também é fundamental ter total conhecimento dos custos envolvidos para o funcionamento do estabelecimento. Entre outras boas práticas para garantir o controle financeiro, você pode adotar:

  • Na fase de planejamento, use uma planilha para listar gastos como reforma do ponto, móveis, maquinário, equipamentos, decoração, entre outros;
  • Depois de abrir a barbearia, tenha também um controle dos custos fixos, como energia, água, material, aluguel do ponto, taxas, impostos e salário dos barbeiros;
  • Acompanhe o fluxo de caixa cotidiano, ou seja, registrando todo o dinheiro que entra e que sai, usando um sistema ERP (sistema integrado de gestão empresarial) ou até mesmo aplicativos mobile de controle financeiro.

Estudo de mercado

Como você viu, o mercado está concorrido, já que esse é o empreendimento do momento! Quem já é parte desse cenário deve servir como modelo de observação, por isso, entenda o que tem funcionado e o que não faz sucesso. Isso vai ajudá-lo a tirar o melhor e aprender com os erros de outras barbearias.

O mercado também será a fonte de percepção dos serviços que têm maior procura, afinal, corte e barba são apenas o básico! Procure saber o que tem boa aceitação e como oferecer da melhor forma. Estudar o mercado também ajuda a entender os diversos conceitos de barbearia, observando os estabelecimentos e como eles ajudam a envolver o cliente.

Entendimento do público-alvo

Os barbudos são a base do seu negócio, então é preciso que você entenda o seu público-alvo a fundo. Você pode começar esse estudo listando alguns pontos como:

  • o que esperam de uma barbearia;
  • quais serviços gostariam de usar;
  • qual abordagem é ideal na barbearia;
  • qual é o estilo de vida dessas pessoas;
  • qual é o limite econômico do público;

Essas são algumas das principais questões que devem ser consideradas e que ajudarão a conhecer melhor quem é o cliente. Gerenciar barbearia é algo que deve ser feito pensando nas pessoas para as quais todo esse trabalho é realizado. O foco no público é o que tornará o local cada vez mais pronto para recebê-lo, seja em questão de conceito e estrutura, seja na oferta dos serviços ideais. Sobreviver em um mercado tão competitivo depende disso!

Proposta e conceito de negócio

Em uma breve pesquisa, é possível encontrar várias propostas e conceitos diferentes de barbearia. Há aquelas mais objetivas, focadas em homens com pouco tempo e que precisam apenas de um bom serviço. Também há as barbearias em que, mais do que o corte e a barba, o frequentador busca um local para relaxar.

O mercado é amplo, mas fica a pergunta: qual será o conceito do seu negócio? Além dessa proposta, é importante pensar também na estética do seu estabelecimento. Das barbearias clássicas às mais modernas, há ótimas opções para envolver o público!

Ao pensar nisso, considere algumas questões na execução do conceito. Será que você conseguirá reproduzir a proposta de uma barbearia tradicional com perfeição? Além disso, esse conceito vai se aplicar bem na região? O público sempre tem impacto nisso e a busca da aceitação é fundamental.

Em alguns casos, é preciso estudar a concorrência. Se na região do seu ponto houver várias barbearias modernas, por exemplo, uma ideia mais clássica vai ser uma oferta única e terá grande apelo!

Automação e tecnologia no estabelecimento

Gerenciar barbearia pode ser muito mais fácil com suporte da tecnologia. Tudo começa, por exemplo, no agendamento. Ele pode ser disponibilizado online, facilitando muito a rotina do local e do cliente. Isso gera um banco de dados organizado, facilitando o acesso às informações dos clientes frequentadores.

Esses registros ajudam a acessar o histórico do cliente — o que pode gerar boas oportunidades de ofertas — e dão suporte para mensurar suas preferências, tudo isso em um sistema de CRM (Customer Relationship Management, ou Gestão de Relacionamento com o Cliente).

A partir disso, o relacionamento com cada frequentador pode ser ainda mais proveitoso, já que sua barbearia terá uma ficha completa de cada pessoa. Isso permite até mesmo um atendimento personalizado, de acordo com o que ele gosta. A tecnologia também pode ser usada no pagamento, nesse caso, para oferecer possibilidades bem além do dinheiro vivo e dos cartões.

Em questões mais práticas do atendimento, as filas eletrônicas também funcionam muito bem. Cada cliente recebe uma comanda eletrônica com seu número e, quando chega a vez dele, é informado em uma tela. Na comanda ele também registra tudo o que consumir além dos serviços.

Divulgação e marketing

Como fazer com que outras pessoas saibam que você tem uma boa proposta de barbearia? Por meio da divulgação! É importante investir continuamente em estratégias que ajudem a popularizar o negócio, tornando ele mais visível, mesmo em meio a tantas opções. Para isso, primeiramente, é importante conhecer o seu público.

Um marketing estratégico depende do entendimento de onde está seu público, como ele prefere ser abordado e como ele consome canais de mídia. Uma boa campanha em redes sociais, por exemplo, ajuda a mostrar mais de uma barbearia, inclusive para gerar a curiosidade nesse público.

É fundamental investir em campanhas inovadoras e que atinjam bem o seu público-alvo. Hoje o digital é muito forte e posicionar-se adequadamente é o que colocará a barbearia em destaque para todos.

Uma campanha no Facebook, por exemplo, é algo muito efetivo e simples de fazer. A própria rede social tem sua plataforma, o Facebook Ads, que permite criar e disparar anúncios para públicos específicos e segmentados.

Você pode fazer com que essa campanha seja vista por homens de 21 a 40 anos, na sua cidade, por exemplo. Essas características podem ser amplamente personalizadas, justamente para atingir seu público específico.

Produtos para o uso na barbearia

Parte importante do trabalho de gerenciar barbearia é garantir que os melhores produtos sejam utilizados nos serviços oferecidos. Isso traz dois benefícios fundamentais: primeiramente, possibilita que os barbeiros façam um bom trabalho e finalizem os serviços com qualidade. Junto a isso, há a questão da satisfação do cliente em ter bons produtos à sua disposição.

Garantir esses produtos depende de uma boa parceria com marcas que realmente se preocupem com as necessidades do homem no cuidado com barba e cabeloShampoosbalmsóleosesfoliantes e uma série de outros itens devem fazer parte da mesa dos barbeiros. Assim, é certa a entrega de um serviço de muito valor, afinal, o barbudo está em busca também de um momento de cuidados.

Nessa busca por bons produtos, é importante ter um fornecedor de qualidade. Não só para o uso na barbearia, mas também para disponibilizar esses itens para venda no estabelecimento. Os clientes estarão sempre à procura para o uso no cotidiano, então você deve estar pronto para oferecer algo de destaque.

Gerenciar uma barbearia requer muito conhecimento e preparo. Neste post você entendeu melhor algumas questões básicas para ter um negócio que funcione bem, faça sucesso e fique marcado para seus clientes.

Que tal fechar uma parceria de sucesso com uma empresa de produtos para barba que realmente se importa com o bem-estar do homem? Cadastre-se agora mesmo e receba mais detalhes sobre como ser um ponto de revenda oficial da BARBA BRAVA!

Newsletter