morar sozinho

Morar sozinho: o que você ainda não sabe e precisa descobrir

Tá achando que morar sozinho é mole? Esse é o objetivo de muitos jovens, e realmente eles estão dando esse passo rumo à independência. Nos últimos 10 anos esse movimento aumentou significativamente e junto à liberdade vieram também responsabilidades que nem todos consideram antes de sair de casa.

Basicamente tudo com que os pais se preocupavam passa a ser uma obrigação própria, e isso não é tão simples como pode parecer. Será que você aguenta o tranco? É importante saber exatamente o que te espera ao morar sozinho!

O post a seguir vai te contar o que ninguém te disse antes sobre o dia a dia de quem sai da casa dos pais e inicia sua própria vida. Confira!

Morar sozinho: a solidão pode bater

5 receitas para curar a ressaca

A maravilhosa ideia de ter seu espaço próprio e passar mais tempo sozinho fazendo suas coisas pode parecer muito legal à primeira vista, mas imagine estar assim todo dia? Tenha certeza: você sentirá falta de ouvir seus pais reclamando.

Nem todo mundo se sente bem vivendo sozinho dentro de uma residência e muitas vezes isso pode ser motivo para bater aquela solidão incômoda e aquela saudade de casa que você jurou que não ia sentir tão cedo.

Se esse momento chegar, ligue para as pessoas das quais você sente falta, pergunte como elas estão, diga que as ama e siga em frente no seu projeto de independência!

As tarefas domésticas devem ser feitas

Infelizmente, suas roupas não aparecerão limpas e passadas no seu armário, a louça não vai se lavar sozinha, muito menos a poeira da casa vai resolver ir embora pela janela. Isso não acontecia na casa dos seus pais e também não vai acontecer agora que você mora sozinho.

As tarefas domésticas são uma demanda real de quem precisa cuidar de uma casa, então já vá se preparando para cuidar de tudo, caso contrário você pode não encontrar mais o que vestir em um belo dia, ou até mesmo entrar em casa e perceber que ela está tão suja quanto a rua.

A realidade é outra e agora as tarefas domésticas são todas suas! Se você não costumava dividi-las com as pessoas onde morava, seja bem-vindo a essas novas responsabilidades.

Os horários serão de sua inteira responsabilidade

Acordar no horário para o trabalho ou faculdade passará a ser uma missão mais difícil, já que agora você não tem mais como colocar a culpa em alguém, dizendo que esqueceram de te acordar! Agora você terá que usar aquele moderno recurso tecnológico e revolucionário do seu celular: o despertador.

Morar sozinho requer que você se planeje rigorosamente para não se atrasar para seus compromissos, especialmente para seu emprego, já que agora uma possível demissão pode arruinar sua realidade de independência. A nova vida requer responsabilidades e cumprir com seus horários é uma das principais delas.

As contas serão todas para você

Morando sozinho você entenderá as cobranças constantes que seus pais faziam sobre deixar a luz acesa, passar muito tempo no banho, não desligar aparelhos eletrodomésticos da tomada e qualquer outro questionamento sobre como seus hábitos custavam caro para eles. Se você não se ligar nisso, logo não vai sobrar dinheiro nem para o óleo da sua barba!

Agora você será responsável por pagar todas as contas relacionadas à sua casa, então você entenderá perfeitamente como alguns hábitos não muito legais que você tinha podem doer no bolso. Inicialmente pode ser um choque, mas com um tempo você precisa desenvolver um pensamento voltado para a economia.

O tempo para cuidar de si próprio será escassopontas duplas na barba

Ir à academia, cuidar do corte de cabelo, pentear e cuidar da sua barba com aqueles produtos maneiros guardados na sua necessaire e alguns outros cuidados com a aparência e hobbies podem ficar mais escassos, já que agora você precisará dividir seu tempo entre cuidar das coisas de casa e cumprir com seus compromissos cotidianos.

Isso pode reduzir o tempo que você costumava dedicar a si próprio. Entretanto, é fundamental saber gerenciar essa situação! Não dá para negligenciar seu bem-estar, sua diversão e seus cuidados com a aparência.

É fundamental buscar equilíbrio para conseguir fazer tudo, afinal, certamente você teve o exemplo em casa, vendo seus pais se desdobrarem para cumprir com todas as obrigações. Não vale ter sua própria residência, mas estar se sentindo insatisfeito com a aparência, triste e excessivamente cansado, não é mesmo?

A comida da sua família nunca foi tão boa

A menos que você tenha dotes culinários, vai bater muita saudade da comida da sua casa, independentemente de quem era o responsável por alimentar a galera quando você morava com seus pais. Se você tiver que aprender a cozinhar o começo pode ser triste, repleto de receitas “inovadoras”, comidas sem tempero e panelas de arroz queimado.

A recorrência de fracassos na cozinha também pode te cansar e fazer com que você coma com maior frequência na rua, o que vai ter consequência direta no seu bolso. Resumindo, a alimentação será uma questão que você vai ter que encarar e se adaptar da melhor maneira possível, afinal, saco vazio não para em pé.

O mercado será uma das boas do fim de semana

Não adianta, você vai ter que ir ao supermercado aos finais de semana, e acredite, você vai passar a gostar desse programa. A correria do dia a dia impedirá que você faça isso durante a semana, então é natural que você tire o sábado ou o domingo para essa tarefa.

No início pode ser chato, mas a sensação de pensar nas coisas para a sua casa é insubstituível e você passará a ver o mercado com maior simpatia. Mantimentos, produtos de limpeza e produtos gerais para a sua casa precisam ser renovados constantemente, então essa será uma das boas do seu final de semana.

Como tudo na vida, morar sozinho tem seus prós e contras. É importante sempre lembrar que isso aconteceria um dia, então se você já se sente pronto, vá em frente, mas não se esqueça de todas essas tarefas e responsabilidades que te esperam, certo?

Gostou de saber mais sobre morar sozinho e mais? Assinando a nossa newsletter você recebe mais posts como este diretamente no seu e-mail!

 

Newsletter