Micose na barba: conheça os sintomas e como tratar

Que atire a primeira pedra o barbudo que nunca se pegou coçando o rosto, especialmente quando os fios ainda estão em fase de crescimento.

Essas irritações e vermelhidões são consideradas comuns e passageiras — inclusive, podem ser evitadas e minimizadas com cuidados e produtos específicos. Porém, se aparecerem manchas na pele e você perceber que a coceira não vai embora, é bom ficar de olho para saber se está com micose na barba.

Nesse caso, é preciso redobrar os cuidados e, até mesmo, correr atrás de um dermatologista. Por isso, a gente separou umas dicas preciosas neste post. Quer conferir e aprender como ficar longe desse problema? Então, continue com a gente e tome nota das orientações. Vamos começar!

Afinal, o que é micose e por que ela aparece?

Nosso papo terá início com uma breve explicação sobre o que é a tal da micose. Nada mais é que uma pequena infecção bem superficial causada por fungos. Ela pode aparecer em todas as partes do corpo, mas as suas regiões “favoritas” são o rosto, as mãos, os pés, o couro cabeludo e as nossas queridas barbas.

Isso se dá porque, para os fungos se desenvolverem, eles preferem as partes mais abafadas, úmidas e ricas em queratina. Diferentemente das irritações normais que aparecem depois de a gente se barbear, a micose na barba se caracteriza por pequenas manchas brancas ou vermelhas que não somem nunca e que causam coceiras incômodas. Numa evolução do quadro, podem surgir feridas e crostas.

E quais seriam as origens dessa infecção de pele? Vejamos algumas:

  • falta de cuidados especiais (higiene em geral);
  • alimentação desregrada;
  • hiperidrose (suor excessivo);
  • ambientes úmidos;
  • má circulação sanguínea;
  • sistema imunológico baixo (decorrente de problemas de saúde);
  • transmissão por contato com outra pessoa.

A boa notícia é que há algumas maneiras práticas de evitar o problema, assim como tratamentos específicos com dermatologistas. Vamos falar um pouco disso tudo logo mais. Continua aí!

Quais produtos são bons para evitar a micose na barba?

Existem diversas formas de se contrair micose na barba, até mesmo por ser contagiosa. Apesar disso, nosso organismo conta com mecanismos de defesa que, quase sempre, conseguem evitar a proliferação desses fungos. Só que, ao mesmo tempo, tem alguns males que precisam ser evitados, sacou?

Uma barba volumosa, por exemplo, naturalmente retém calor e faz a pele suar mais. Por isso, é imprescindível contar com alguns produtos específicos para limpeza e hidratação diárias. Veja a nossa lista com os principais itens para deixar os fungos bem longe dos seus fios!

Shampoo

Nada de usar shampoo de cabelo na sua barba! Aliás, esse é um deslize que os barbudos não podem cometer, e a gente vai explicar melhor no decorrer deste tópico. Para começar, o couro cabeludo é bem diferente da pele do rosto, principalmente no que se refere ao nível de oleosidade.

Usar um shampoo para barba é ter a garantia de que o produto foi desenvolvido exclusivamente para aquele tipo de fio e de pele. Sem contar que ele consegue agir de forma mais profunda. A diferença na limpeza dos pelos e dos poros é notória, pode confiar!

Ainda tem mais: um produto específico de primeira linha conta com óleos e ingredientes especiais com funções antissépticas e anti-inflamatórias. Ou seja, é uma mão na roda para evitar a micose na barba.

Portanto, na hora do banho, use shampoo próprio para barba. Esse produto vai proporcionar uma refrescância que você vai adorar (e os fungos vão detestar!).

Pasta esfoliante

Para finalizar com chave de ouro a lista de produtos que ajudam a evitar a micose na barba, vamos falar um pouco sobre a pasta esfoliante de rosto. Afinal, nenhum outro produto garante uma limpeza tão profunda da pele como esse.

A pasta esfoliante age diretamente nos poros. Remove as células mortas e promove uma “faxina” geral de fungos, bactérias e sujeiras. De quebra, isso ainda possibilita uma forcinha extra para o crescimento dos fios.

Quais hábitos ajudam a evitar a micose na barba?

Além do uso de produtos específicos para a higiene e a hidratação da barba, é muito importante adotar certos cuidados e hábitos no seu dia a dia. Veja!

Seque bem a barba

Uma barba úmida é tudo o que os fungos querem. Então, após o banho, procure secar bem os fios. De preferência, utilize uma toalha limpa e seca de algodão. Até pode usar um secador, desde que não seja muito quente, mas a primeira opção é a mais recomendada.

Use uma toalha apenas para o rosto

Você deve evitar passar na barba a mesma toalha que usou para secar os pés após o banho, pois os fungos causadores da micose podem estar naquela região. Portanto, para não levá-los para o seu rosto, separe uma toalha exclusiva para enxugar a barba.

É importante também evitar lâminas de barbear contaminadas e enferrujadas. Seque-as sempre depois do uso e evite deixá-las expostas no sol.

O que fazer se estiver com micose na barba?

Então, a gente deu as dicas de como evitar a micose na barba. Se você já segue todos os conselhos acima e, ainda assim, tem notado que as manchas estão aparecendo e incomodando, o mais recomendado é buscar ajuda de um dermatologista. Afinal, só o profissional pode dar o diagnóstico exato e indicar os melhores tratamentos.

Você com certeza sentirá muita coceira se estiver com micose na barba, mas é preciso se controlar ao máximo. Isso porque o atrito das unhas pode piorar o quadro e, até mesmo, causar feridas.

Para minimizar o incômodo, mantenha a pele e os fios hidratados, macios e com uma sensação de refrescância. O óleo e o balm podem ajudar nesses quesitos!

Enfim, muitas vezes é possível evitar a micose na barba a partir de cuidados básicos com o rosto. Na sua rotina de higiene e hidratação (dos fios e da pele), reforçamos que você use sempre produtos específicos, já que são feitos para essa parte do corpo. E, em todo caso, procure um especialista para manter a aparência e a saúde em dia.

E aí, curtiu as dicas? Então, compartilhe o nosso texto com seus amigos barbudos e reforce a importância de saber cuidar da barba.

Newsletter