livros para ler antes dos 30

5 livros para ler antes dos 30

Completar 30 anos é um marco importante na vida de qualquer pessoa. É nesse período que atingimos uma visão mais madura das coisas e acumulamos doses maiores de liberdade e responsabilidade. Há estudos que dizem que essa é a melhor fase, e nós acreditamos que, somado a isso, sua barba também pode atingir o ápice contigo.

Para estimular o seu posicionamento crítico e possibilitar um repertório interessante de temas para o bate-papo, separamos, neste post, 5 livros para ler antes dos 30. Se você ainda não chegou nesse marco, aproveite e leia os livros desta lista. Caso já tenha entrado na seu 3ª década, aproveite para levantar os que ainda não leu e faça isso agora mesmo!

Vamos então, aos livros para ler antes dos 30.

1. Sidarta, de Hermann Hesse

A obra é uma espécie de fábula da vida de Buda (Sidarta Gautama), escrita pelo alemão Herman Hesse, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura em 1949. O tema principal é a experiência humana até atingir a plenitude espiritual.

Muito mais do que um livro sobre o budismo, a história retrata a busca pela evolução, o caminho percorrido para achar o “algo que nos falta”. Com certeza uma leitura que representará uma compreensão melhor do que nos cerca e do que realmente importa.

 

2. 1984, de George Orwell

Escrito em 1949, o livro continua atual até hoje. Na obra, vemos o governo observar, avaliar e controlar as pessoas por meio de um aparelho chamado teletela. O Grande Irmão é o líder, uma espécie de Deus que tem poder supremo na distopia.

No decorrer das páginas, podemos refletir sobre o que a nossa sociedade poderá se tornar. Também somos instigados a questionar fatos e não somente aceitar passivamente o que nos é transmitido pelos meios de comunicação de massa.

3. A origem das espécies, de Charles Darwin

Com grande impacto científico e social, o livro de 1859 discorre sobre a evolução e a seleção natural. Darwin, aos 22 anos, embarcou na empreitada de coletar espécies e registrar suas observações como naturalista.

Sua descoberta, transmitida em linguagem acessível, mostra como formas de vida pior organizadas e imperfeitas são extintas, ao passo que são originados seres da fauna e da flora desenvolvidos a partir deles.

Sua teoria encontrou oponentes no campo religioso e acadêmico, mas representa grande contribuição à humanidade em relação a uma das questões mais básicas da filosofia: de onde viemos?

4. Feliz ano velho, de Marcelo Rubens Paiva

Como encarar aos 20 anos a mudança trágica que é ficar paraplégico? O livro narra a experiência real do autor, que, após saltar de uma pedra em uma lagoa rasa, vê o seu mundo desmoronar com a perda dos movimentos.

O enredo mostra como ressignificar a vida depois da adversidade. Marcelo, no ponto alto de sua juventude, cursava engenharia agrícola na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e estava acostumado a uma rotina com muitas namoradas. Com sua nova condição, ele é obrigado lidar com o seu estado e seguir em busca da superação para continuar escrevendo a sua história.

5. O apanhador no campo de centeio, de J. D. Salinger

Imagine a sensação de inadequação ao mundo de forma geral, incluindo os costumes estabelecidos, as instituições que passamos e os relacionamentos que firmamos ao longo de nossa trajetória. Acompanhamos esses dilemas por meio do jovem Holden Caulfield, de 17 anos. Após ser expulso de mais um colégio, Holden decide ficar em Nova York por um fim de semana para evitar o confronto com a família.

A realidade adulta é retratada com sua hipocrisia e falsidade. Há o sentimento de que, num piscar de olhos, matamos a criança que sempre existiu em nós, com seus sonhos e desejos, e mergulhamos em um contexto superficial.

Leitura obrigatória para se pensar nas escolhas, nos sentimentos individuais, nas transições durante nossa formação e na forma como a sociedade está organizada.

Gostou de nossas dicas de livros para ler antes dos 30? Assine a nossa newsletter e receba muito mais conteúdo como esse!

Newsletter