hidratação da barba

Hidratação da barba e higienização: guia para deixá-la impecável

Farta ou bem aparada, com uma pegada retrô ou numa versão mais moderninha, não importa o formato ou estilo, a barba faz parte do estilo de vida do homem e passou a ser uma extensão da personalidade masculina.

Aquele que, no passado era descuidado, hoje procura ser dono de uma barba limpa, hidratada, macia e perfumada. Mas ostentar esse objeto secular de sedução e respeito exige cuidados específicos e diários.

A higienização e a hidratação da barba são fundamentais para ostentar fios imponentes e sedosos. Abaixo, a gente te ajuda a entender como cuidar melhor da sua e deixá-la sempre impecável!

Entendendo a sua pelepele masculina

Para um visual saudável, esqueça definitivamente os produtos unissex! A pele masculina possui características únicas, sendo 25% mais espessa e áspera que a feminina.

Além do mais, possui um número maior de glândulas sebáceas e de testosterona, produzindo duas vezes mais sebo que a pele das mulheres, ocasionando excesso de oleosidade, cravos e acne. O pH da pele também é mais ácido, necessitando de produtos específicos.

Limpeza diáriapasta de limpeza

Assim como o hábito de escovar os dentes, o cuidado e a limpeza da barba devem ser diários e não requerem muito tempo ou esforço. Lavar o rosto é necessário para remover as células mortas, excesso de gordura e impurezas.

O ideal é que a pele do rosto e a barba sejam limpas ao menos duas vezes ao dia, pela manhã e à noite. Para os barbudos no estilo lenhador, o ideal ainda é lavar a barba após cada refeição. Fórmulas de alto rendimento permitem que se use pouca quantidade de produto e garantem a eficácia da limpeza, rendendo por meses.

Mas muito se engana quem pensa que só água e sabão dão conta disso! Por serem tensoativos, os sabonetes retiram toda a oleosidade presente na pele, que é necessária para sua proteção, deixando-a ressecada e, muitas vezes, irritada. Por isso, o ideal é lavar pele e a barba com uma pasta de limpeza ou shampoo específicos.

Produtos à base de óleos vegetais, além de limpar, hidratam, diminuindo a possibilidade de irritações e coceiras. As loções de limpeza devem ser evitadas! Por serem produtos com excesso de álcool, aumentam a oleosidade da pele, causando o chamado “efeito rebote”, quando a pele produz ainda mais oleosidade.

Barbados com pele normal e mista podem fazer uso de shampoo pra barba diariamente ou optar pela pasta de limpeza. Já para aqueles com pele oleosa, o ideal é usar uma pasta de limpeza com uma leve ação esfoliante, pelo menos uma vez ao dia, e o shampoo na outra, controlando, assim, a produção de oleosidade do rosto. Homens com pele seca devem usar o shampoo diariamente, e a pasta apenas duas vezes na semana, para evitar o ressecamento da pele.

A hidratação da barbaóleo ou balm qual aplicar primeiro

Assim como a limpeza, a hidratação da barba deve ser diária, podendo ser feita apenas uma vez ao dia. Ao contrário do que muitos pensam, hidratação não é coisa só de mulher: ela é necessária tanto para a saúde da sua pele, quanto dos pelos da sua barba. É a hidratação que repõe a água e os nutrientes perdidos ao longo do dia. Ora, se você precisa de água e alimento todos os dias para se manter saudável, por que com a sua barba seria diferente?

A falta de cuidados diários intensifica a produção e o acúmulo de óleo, deixando a pele mais oleosa e ocasionando a queda dos fios. A hidratação frequente também evita o surgimento das indesejáveis pontas duplas, que, segundo dermatologistas, surgem devido à falta de proteínas, assim como o ressecamento.

Os produtos mais indicados para uma hidratação adequada são balms ou óleos, e os dois podem ser usados juntos, mas sem exageros. Nesses casos, o ideal é utilizar o balm na raiz dos pelos e o óleo nas pontas.

Os balms têm textura em creme, sendo feitos a partir de óleos essenciais, manteiga de karité, óleo de argan e outros ingredientes. Servem para limpar, refrescar, tonificar a pele e controlar os fios, além de facilitar a modelagem. Barbados no melhor estilo Don Juan, com barbas curtas ou por fazer, devem dar preferência a esse tipo de produto.

Já para os barbudos no estilo lenhador, com barbas longas e mais cheias, o óleo traz mais benefícios. Por ser mais líquido, é facilmente aplicado e absorvido, hidratando e dando brilho aos pelos. Ele também impedirá o surgimento de caspa e deixará os fios mais “domesticados” com a frequência do uso.

Contudo, vale ressaltar, ainda, que barbas crespas ou ressecadas precisam de uma hidratação extra, então, longas ou curtas, o ideal é apostar na combinação dos dois produtos. Se sua pele for oleosa, comece utilizando o óleo em dias alternados e vá ajustando a frequência.

A verdade é que balm e óleo não são substitutos, mas sim complementares. Enquanto o óleo tem um poder de hidratação maior, por ser feito com óleos naturais, o balm atua na modelagem, dando textura e volume. Então, mesmo os que possuem barbas fartas podem utilizar o balm a fim de manter os fios no lugar.

O segredo é sempre dosar a quantidade de produtos. Lembre-se sempre: investir em produtos de qualidade com fórmulas concentradas evita que se precise utilizá-los em grande quantidade, auxiliando na saúde dos seus fios, evitando a oleosidade e rendendo por meses.

Uma barba de respeito exige dedicação, mas o resultado é gratificante. Com o tempo, esses cuidados diários vão fazer parte da sua rotina (tal qual escovar os dentes, lembra?), favorecendo um crescimento saudável dos pelos, tirando a aspereza e deixando os fios macios e hidratados.

Ainda tem dúvidas sobre qual produto escolher para a hidratação da barba? Quer saber mais sobre a ordem de utilização deles? Leia sobre o assunto no artigo: O óleo ou balm, qual a ordem de aplicação?

Newsletter