6 formatos de barba para você adotar!

Ser barbudo não significa largar de mão e deixar os fios crescerem até ganharem volume no rosto. Aliás, pelo contrário! Fica até mais fácil deixar crescer quando se definem os formatos de barba ideais para os seus traços.

Pensando nisso, a gente preparou este post com algumas boas dicas e modelos de cortes únicos para quem quer começar a cultivar um volume na cara ou, simplesmente, dar uma renovada no visual.

E aí? Vamos conferir e colocar a mão na massa… ou melhor, na barba? Então, continue a leitura e tome nota!

Conheça 6 formatos de barba e aprenda a fazê-los

1. Tradicional 

O que seria um formato de barba tradicional? Então, podemos dizer que esse tipo de corte é o padrão, no qual a barba preenche, perfeitamente, toda área do rosto, desde as costeletas até o maxilar.

É indicado para a maioria dos rostos, com um destaque maior para aqueles que têm traços mais quadrados, já que realça mais a barba. Nada que impeça outros rostos de ostentarem o estilo tradicional também. Muito pelo contrário! Se a sua barba fechar certinho, sem falhas e com uma simetria perfeita, o estilo tradicional pode ser o ideal para você.

Neste estilo, não precisa, necessariamente, deixar um volume muito grande. Você pode deixar bem aparado, por exemplo. Além do mais, recomenda-se aparar com frequência e manter as linhas retas, tanto no rosto, como no pescoço.

2. Cavanhaque 

Ah, o bom e velho cavanhaque! Entre os formatos de barba mais comuns, podemos dizer que o tradicional cavanhaque sempre esteve presente na história dos pelos faciais e ainda é uma alternativa bem legal para vários casos.

Bom, começando pela sua versatilidade (afinal, tem cavanhaque de tudo que é tipo, certo?), podemos garantir que é indicado para diferentes tipos de rostos, além de combinar com penteados variados ou mesmo com uma bela careca lustrada! 

O mais tradicional é aquele que envolve toda a boca, mas não quer dizer que seja uma regra. Um estilo “Johnny Depp”, por exemplo, é bacana também e não há aquela ligação até o bigode. Aliás, por falar em bigode, é fácil também fazer um “cavanha” sem a parte de cima, concentrando o volume apenas do queixo. Que tal?

Enfim, dá pra brincar bem, mesmo tendo pouco volume! E ainda vale lembrar que o cavanhaque é o formato perfeito para quem tem muitas falhas na barba e não sabe bem como disfarçá-las no rosto.

3. Full beard 

Chegou a hora dos que não sabem brincar! Os típicos lenhadores de plantão! Bom, se tem volume de verdade, não tem por que também esconder. Então, por que não ostentar?

full beard é um formato de barba indicado para aqueles caras que, realmente, têm muito pelo e conseguem completar o rosto inteiro. Não que isso seja um privilégio, hein? Vale lembrar que, se você souber cuidar bem, usar os produtos certos e tiver foco, pode conquistar mais e mais volume também!

Apesar do visual único, a full beard é como uma filha! Todo cuidado com os fios e a pele é pouco! Afinal, para ostentar tamanha barba, é imprescindível cuidar da aparência, mantendo tudo sempre bem hidratado, modelado e com um aspecto impecável.

4. Ducktail 

Aproveitando o gancho da full beard, trouxemos o formato Ducktail, que ostenta também um volume considerável, porém com um traço mais triangular. Ou seja, a ideia é manter mais aparado no rosto e concentrar o volume a partir do maxilar.

Para ter uma ideia melhor, esse formato também é conhecido como “barba de viking”. Logo, remete a um visual mais agressivo! O legal é que dá para combinar bem com diferentes penteados, como cabelos quadrados, topetes e laterais raspadas.

5. Barba por fazer 

Sim, quem curte um estilo mais “largadão” também pode fazer sucesso. Mas é bom ter cautela! A barba por fazer tem que se estilosa e não significa largar de mão os cuidados essenciais, ok?

Na verdade, ela se caracteriza só por não seguir linhas retas e tão simétricas, podendo deixar crescer um pouco pelo pescoço e até mesmo aproveitar umas falhas, propositalmente. Mas jamais deixe de cuidar dos fios e da pele.

Uma dica final para quem gosta desse estilo é não deixar também crescer muito, mantendo sempre um volume relativamente bem aparado. Afinal, a ideia é parecer um pouco rebelde, mas não desleixado!

6. Old Dutch 

Ao pé da letra, “o Velho Holandês”! Já deu pra captar que vem algo mais old school por aí! É isso mesmo! Um dos formatos de barba mais clássicos que ainda fazem sucesso é o tradicional Old Dutch, que também ostenta um volume considerável de pelos, mas com um detalhe: sem o bigodeOu seja, perfeito para quem tem barba relativamente cheia, mas com poucos fios acima da boca.

Como um parâmetro para o Old Dutch, podemos citar o antigo presidente americano Abraham Lincoln, que já no século XIX ostentava o estilo na Casa Branca.

Quem curte esse corte geralmente gosta de uma pegada mais vintage e, por isso, investe também numas peças mais estilosas, como camisa xadrez, penteados mais modelados, tattoos, óculos escuros etc.

Mais uma vez, reforçamos que nada é uma regra única e você pode adotar o estilo, independentemente do seu visual. Só tem um “porém”! O Old Dutch também é indicado para volumes grandes e é indispensável uma rotina de cuidados específicos.

Saiba o que não pode faltar no nécessaire de todo barbudo

Depois de conhecer esses formatos de barba, não pode bobear e esquecer de cuidar dos fios e da pele, ou querer inventar de usar produtos nada a ver. Afinal, nécessaire de barbudo é coisa sagrada! Então, anota a lista aí!

  • shampoo de barba (falamos de barba, não é? Então, sem essa de querer usar produto de cabelo, pois vai acabar ressecando demais);
  • balm (volume e modelagem perfeita);
  • óleo (hidratação, refrescância e uma aparência impecável o dia inteiro);
  • pasta esfoliante (perfeita para complementar com uma limpeza profunda da pele, abrindo os poros para fortalecer o crescimento);
  • pente de madeira (além de útil para alinhar e desembaraçar os fios, tem coisa mais estilosa que sacar aquele pente do bolso e deslizar pelo rosto?).

Só para finalizar, independentemente do estilo desejado e do volume que tem no rosto, reforçamos a ideia de que, para se ter uma barba brava, o segredo está muito mais nos cuidados com o corpo do que em qualquer outra coisa (aqui a gente inclui uma alimentação equilibrada e boas noites de sono também).

Usando os produtos certos e criando uma rotina de cuidados, certamente você vai conseguir atingir todo o potencial da sua barba. Depois das nossas dicas, é só escolher os formatos de barba que mais curtiu e começar o trabalho de frente ao espelho.

Curtiu? Pronto para entrar no time dos barbudos? Então, se ainda precisa de uma ajudinha extra, não deixe de ler nosso próximo artigo de como cultivar uma barba de verdade e mudar seu visual, de vez. Corre lá e boa leitura!

CM Product Recommendations

Newsletter