Confira 7 curiosidades sobre barba que seu pai não te contou

E aí barbudo, tudo certo? Aposto que você tem vontade de conhecer algumas curiosidades sobre barba! Afinal, cultivar os pelos e cuidar deles da melhor maneira envolve uma série de fatores importantes e que fazem toda diferença!

Então, quero aproveitar a proximidade com o Dia dos Pais e mostrar como um pai ensina alguns fatos muito importantes e dicas que você precisa saber para cultivar sua barba da maneira certa. Confira a seguir 7 curiosidades!

1. As vaciladas ao aparar a barba

Barbudo, pode falar a verdade: quantas vezes você já errou na mão ao aparar a sua barba? Quem nunca deixou um lado mais falhado que o outro que atire a primeira pedra! Afinal, isso é completamente comum, não precisa se martirizar.

É a maior lenda essa história da perfeição ao aparar! Quando ainda somos novatos nessa área, os barbeiros têm as condições ideais na hora de deixar os fios na régua, bem alinhados e proporcionais (pelo menos de início, ou a primeira vez que temos de fazer isso na vida adulta e não temos um guia de como aparar a barba em casa). Além da técnica, os caras possuem recursos e experiência suficiente para isso.

Sendo assim, se você perceber que deu aquela vacilada, fica tranquilo. Procure uma barbearia de confiança, mostre o deslize e peça para que o profissional ajuste como ele puder. Ou, se você lida bem com isso, simplesmente espere crescer novamente!

2. Os erros também acontecem no uso de produtos para barba

Processed with VSCO with a6 preset

Essa é uma das principais curiosidades sobre barba: todo mundo já usou algum produto de forma errada e colocou a culpa na eficácia dele. Certamente você não leu o rótulo ou foi preguiçoso com a regularidade no uso de algo.

Se você não tem disciplina com o óleo, o balm e a pasta esfoliante, é provável que sua barba não se desenvolva da maneira correta. Até problemas como ressecamento, fios quebradiços e a coceira podem acontecer.

Para não vacilar, veja essas dicas:

  • o balm é para uso diário, aplicando na raiz dos fios;
  • todos os produtos para barba, podem e devem ser de uso diário pra proporcionar o crescimento saudável dos fios, com exceção da pasta de limpeza
  • a pasta de limpeza deve ser usada 3 vezes por semana, regenerando a pele e abrindo os poros para que fios saudáveis cresçam.

3. A barba não cresce de maneira uniforme

Você tem aparado a sua barba frequentemente sob a esperança de que ela vá crescer certinha? Então, não é bem assim que funciona, barbudo! É muito comum ver os fios crescendo sem muita regularidade, mais em algumas áreas e menos em outras.

Por mais que pareça uma bagunça total, é muito comum que os fios se desenvolvam de maneiras diferentes nas partes do rosto. Aí não tem jeito mesmo, é esperar e ter paciência.

Você pode pedir para o seu barbeiro aparar de modo mais específico, corrigindo essa irregularidade, para deixar a barba mais uniforme. Dessa forma, com o tempo a tendência é que sua barba passe a crescer de maneira mais organizada, graças ao modo de aparar que você adota, beleza? O profissional pode te ajudar muito nessa questão!

4. A coceira não dura para sempre

Entre as curiosidades sobre a barba que você precisa saber, essa talvez seja a que mais vai te tranquilizar: a coceira não dura para sempre! Ok, as primeiras semanas de crescimento dos fios são difíceis, mas acredite e confie que é apenas uma fase.

O mês inicial realmente ainda é difícil para a sua pele, que tem cada vez mais fios finos crescendo e encostando nela, causando aquela irritação e incômodo que parecem que nunca vão passar.

Nesse momento, é fundamental ter o balm como seu grande companheiro. Te garanto que ele vai fazer toda diferença, graças a sua capacidade de hidratar os fios, tornando esse crescimento menos incômodo.

Com o passar do tempo você precisa manter a rotina de cuidados básica, aliando o balm ao óleo, sem esquecer da higiene diária, usando um shampoo para a barba ao menos 2 vezes ao dia, durante os banhos.

5. A barba não é mal vista em entrevistas de emprego

Processed with VSCO with a6 preset

Essa é uma das curiosidades para a barba que tenho mais prazer em desmistificar: esqueça essa história de que barba atrapalha a conseguir uma vaga de emprego! Ninguém vai te descriminar ou pensar que você é um cara sujo ou relaxado por conta disso, essa é uma ideia ultrapassada.

Agora, parte disso depende de você, barbudo! Também não dá para chegar na entrevista com uma barba que não tem cuidados, muito menos uma boa navalha e tesoura. Cuidar dos fios e mantê-los sempre aparados é fundamental.

Então lá vão as dicas para que a barba não seja nada além de um traço da sua aparência na hora da entrevista:

  • jamais abandone os cuidados diários em relação à saúde e à higiene dos fios, pois isso garante a boa aparência da barba;
  • nos dias de entrevistas, passe no barbeiro e dê aquele trato, mantendo esse costume para a sua vida, é claro!

6. A barba já foi sinal de força ao longo da história

A Grécia antiga é responsável por trazer uma das principais curiosidades sobre barba! Você sabia que naquela época ser barbudo era um sinal de força, inteligência e coragem? Quem tinha barba era o cara lá na Grécia, já que os fios eram um sinal de status.

Não que isso tenha mudado hoje em dia. Os barbudos ainda são os caras da nossa sociedade atual, porém, naquela época isso tinha uma representatividade muito grande e, como todos eram guerreiros, ter barba era algo que impunha respeito.

O negócio era tão sério que os famosos guerreiros espartanos, ao identificar um oponente derrotado, raspavam a barba deles, como um sinal de que ali havia alguém fraco e covarde. Sinistro, né?

Essa maravilhosa era de culto aos barbudos acabou graças ao vacilão do Alexandre, o Grande! Não sabemos de onde, mas ele tirou uma história de que a barba era um fator prejudicial no combate corpo a corpo, mandando então todos os homens de seu exército se livrarem de seus pelos no rosto.

7. Ser barbudo já custou caro

Ser barbudo já custou caro, e isso não era relacionado a produtos e barbeiro. O rei Henrique VIII, da Inglaterra, implementou um imposto sobre barba, cobrado de acordo com o nível social do indivíduo. Tinha mais de 2 semanas de barba crescida? Paga!

A mesma coisa aconteceu na Rússia, que fazia os barbudos, além de pagarem o imposto, ainda andarem com humilhantes avisos que diziam “a taxa da barba já foi paga” e “a barba é um fardo supérfluo”. Já foi mais difícil ter barba, então valorize a sua, beleza?

Essas curiosidades sobre barba são muito legais para entender a cultura ao longo do tempo. Além disso, barbudo, deu para pegar algumas boas dicas para o cuidado diário dos pelos do rosto!

E aí, conhece mais alguma curiosidade interessante? Se sim, conta para gente nos comentários deste post!

 

Newsletter