Como os homens devem limpar a pele?

Defesa do organismo, proteção contra agentes externos, regulação da temperatura e controle do fluxo sanguíneo. Essas são apenas algumas das funções da derme, que é considerada um órgão vital para o ser humano. Diante disso, não é difícil entender a importância de cuidar e limpar a pele.

A pele masculina, por exemplo, tem necessidades específicas. Além de produzir mais oleosidade, tem uma textura mais áspera. Por isso, saber como limpá-la é um conhecimento necessário para qualquer homem que deseja manter a saúde e a aparência em dia.

Então, que tal aprender como manter sua pele sempre saudável? É só continuar acompanhando este texto!protetor solar para barbudos

Qual é a diferença entre a pele masculina e feminina?

Basicamente, a diferença está na oleosidade. Esta, por sua vez, está vinculada à quantidade de hormônios produzidos. No homem, por exemplo, a testosterona aumenta a atividade das glândulas sebáceas, o que resulta em mais oleosidade e acne. A pele feminina, por outro lado, tem a produção de sebo menor, característica também das glândulas sebáceas.

A textura da pele também é diferente. Devido aos pelos que cobrem parte do rosto masculino, a cútis masculina é mais áspera e grossa.

Agora pense: se a pele é diferente, será que o cuidado deve ser igual? A resposta é não. Para manter a pele sempre saudável, é importante que o cuidado esteja de acordo com as suas características e necessidades.

Como limpar a pele masculina?

Como vimos, a pele dos homens requer cuidados especiais e de acordo com as suas características. Para facilitar, confira 5 passos que vão ajudar a montar a sua rotina de limpeza:

1. Higienize

Shampoo para barba

O objetivo da higienização é remover as células mortas, excesso de gordura e impurezas provenientes do ar e também da poluição. Os produtos utilizados devem ser condizentes com o seu tipo de pele. Isto é: normal, oleosa, seca, mista ou sensível.

Um shampoo específico é uma boa opção para essa limpeza diária, principalmente da barba. Além dele, a pasta de limpeza também pode fazer parte do seu kit de cuidados.

Quanto à frequência, o ideal é que a higienização seja feita duas vezes ao dia, todos os dias. Por isso, limpe pela manhã e à noite.

2. Esfolie

A esfoliação deve ser feita sempre após a higienização. No entanto, a frequência é bem diferente. Afinal, esfoliar a pele em excesso pode causar ferimentos.

Por isso, use um produto esfoliante cerca de duas vezes por semana, sempre antes do barbear ou durante o banho. Outra dica é fazer movimentos circulares ao aplicar, evitando usar muita força.

Não sabe qual é o papel da esfoliação? É simples: por meio de um produto levemente abrasivo, as impurezas e células mortas são removidas, promovendo um aspecto mais saudável e renovado.

3. Hidrate

óleo para barbaMuitos fatores contribuem para que a pele resseque. Poluição, vento e temperaturas baixas são alguns deles. Como é inevitável fugir, a alternativa é hidratar a pele para que essas agressões diárias não se tornem a porta de entrada para um problema mais sério.

A maioria dos produtos, como o óleo para barba, já vem com propriedades hidratantes. Sendo assim, não deixe-os de lado na sua rotina de cuidados.

4. Proteja

Falta de proteção solar é sinônimo de surgimento de manchas. Isso sem contar que acelera, consideravelmente, o processo de envelhecimento. Ou seja, as temidas rugas aparecem mais cedo do que deveriam.

Para evitar essas e outras consequências, valorize a função de um bom protetor solar. E para quem pensa que o produto só é necessário nos dias de sol intenso, a verdade é que o dano acontece mesmo quando o dia está nublado.

Sendo assim, não adianta colocar em prática todos os passos anteriores e esquecer da proteção solar. Embora os resultados não sejam imediatos, com o passar do tempo, você vai agradecer por ter usado.

5. Utilize os produtos corretos

Um produto para o corpo deve ser usado no rosto? E um produto para o cabelo, deve ser usado na barba? Provavelmente você respondeu não para ambas. E é exatamente nessa linha que está o quinto passo.

Para uma pele saudável, a escolha dos produtos é tão importante quanto o cuidado diário. Por isso, conheça a sua pele e monte um kit de cuidados com produtos específicos para ela.

Se a sua pele é oleosa, por exemplo, os produtos precisam ser adequados para esse tipo de pele. O mesmo acontece com os demais tipos. Ao escolher os produtos a partir desse pensamento, você garante o investimento em algo que não afetará a sua saúde.

Como escolher os produtos a partir do tipo de pele?

Depois de reconhecer a importância de usar produtos adequados para o seu tipo de pele, o próximo passo é identificar esse tipo. Se você não sabe por onde começar, um bom começo é conhecer quantos existem. No total, são quatro: normal, seca, oleosa e mista.

Pele normal

Esse termo é usado para definir peles balanceadas. Regiões como testa, queixo e nariz — famosa “zona T” — podem até ser levemente oleosas, mas no geral o sebo e a umidade estão em equilíbrio.

As demais características são: poros finos, textura aveludada, sem manchas, boa circulação sanguínea. Apesar de ser o tipo mais desejado, os cuidados também são necessários.

Sem limpeza, a tendência é o ressecamento da pele. Sendo assim, para manter o equilíbrio da cútis, não abra mão de todos os passos mencionados. E lembre-se: sempre com produtos especiais para o seu tipo de pele.

Pele seca

É aquela que não retém água em quantidade necessária. Devido à ausência de lipídios que constroem um escudo protetor, a derme fica desprotegida das influências externas.

Por produzir pouco óleo natural, esse tipo de pele descama com facilidade. Além disso, é mais sensível e com maior tendência ao desenvolvimento de rugas e irritações.

No que diz respeito aos cuidados, o hidratante desempenha o papel principal, pois restaura a elasticidade. No mais, é fundamental, assim como acontece com outros tipos de pele, utilizar produtos específicos.

Pele oleosa

Brilho excessivo, poros visíveis e pele grossa. Além dessas características, a pele oleosa tem maior propensão ao surgimento de cravos e acnes.

Se a sua é assim, para lidar com todos esses aspectos, a saída é investir nos produtos específicos a fim de não agravar o caso.

Pele mista

Nesses casos, há uma mistura de mais de um tipo. Não é oleosa e nem seca. Na “zona T” há excesso de oleosidade e poros dilatados. Já nas demais áreas a pele pode ser tanto normal quanto ressecada.

O principal cuidado é evitar tratar ambas as regiões do mesmo modo. Para isso, vale novamente o mesmo aviso: use sempre os produtos adequados.

A verdade é que independentemente do seu tipo de pele, o cuidado é a peça chave para conquistar uma aparência não só agradável, mas também saudável. Limpar a pele, como vimos, requer mais do que utilizar produtos aleatórios. É preciso contar com produtos específicos e estabelecer uma rotina de cuidados. Você pode, portanto, começar pelos passos abordados acima.

Como é o seu cuidado com a pele? Que tal conhecer a nossa pasta de limpeza para o rosto e barba? Certamente ela vai fazer a diferença nos seus cuidados!

Newsletter