Carnes para churrasco: 5 opções que agradam qualquer paladar

E aí, barbudo, tudo certo? O churrasco é uma das confraternizações mais aclamadas e preferidas do povo brasileiro, não é? Reunir a rapaziada para jogar conversa fora, assistir ao jogo do seu time ou simplesmente para comer e beber é sensacional! Mas diz aí, você conhece as melhores carnes para churrasco?

Para fazer um de respeito, tem que estar por dentro do que vai agradar mais a galera. Um churrasqueiro que se preze tem domínio dessa arte e com certeza, se você ainda não sabe, está a fim de aprender e não ter mais dúvidas quando for no mercado, certo?

O conteúdo a seguir vai mostrar as 5 melhores opções de carnes para churrasco!

As melhores carnes para churrasco

1. Alcatra

A alcatra é sem dúvidas uma das principais carnes para churrasco e a mais encontrada por aí. Ela tem um bom custo-benefício e vai muito bem nesse tipo de preparo, sem apresentar muitas dificuldades para quem estiver à frente da churrasqueira. Considere sempre essa opção quando for fazer as compras, beleza?

Entre suas principais características estão a sua maciez e seu sabor de alta qualidade, o que quando se alia ao seu preço torna ela ainda mais atrativa. Ela tem uma outra vantagem muito importante que é o seu tempo de preparo. A alcatra fica pronta rapidamente, então o churrasqueiro deve ficar atento! Passar do ponto pode fazer com que a carne endureça.

Para a galera que se preocupa com a saúde, a alcatra tem bem menos gordura do que a maioria das outras carnes, como a picanha. Isso influencia um pouco no sabor, mas não o suficiente para deixar esse corte sem gosto. Aposte nela!

2. Costela

A costela é uma iguaria única! Com aparência, sabor e corte inconfundíveis, ela é uma atração à parte. Se você busca levar algo de qualidade para o seu churrasco, não dá para abrir mão dessa carne.

Você encontra a suína ou a bovina, ambas com a mesma maciez e sabor, sempre presas ao osso. Você pode colocá-las exatamente assim na churrasqueira, e depois servir como quiser, retirando a carne ou servindo em pedaços, ainda com o osso.

O tempo de preparo da costela é um pouco maior, então sempre a coloque na churrasqueira quando as outras carnes já estiverem queimando. Deixá-la como única opção vai causar ansiedade na galera, aumentando a fome e o número de reclamações com o churrasqueiro, que sempre leva a culpa!

Também é possível preparar a costela de forma diferente, enrolando em papel alumínio e a colocando sobre o carvão. Esse preparo aumenta a maciez da carne.

Na hora de temperar dá para tentar algo diferente, com um preparo mais caseiro e elaborado, apesar de algumas costelas já virem temperadas. O sal grosso também cai muito bem, assim como o molho barbecue.

3. Picanha

Brother, a picanha é única! A melhor entre as carnes para churrasco! Seu sabor e textura são inigualáveis. Ela é bastante macia, especialmente se for servida ao ponto para malpassada. Essa característica pode se perder um pouco se ela ficar na churrasqueira além do tempo recomendado. Na hora de temperar também não precisa inventar: sal grosso é a melhor opção.

O segredo da suculência da picanha está na sua capa de gordura. Por mais que de primeira ela possa assustar, pelo seu tamanho, é fundamental levar a carne à churrasqueira sem retirar essa parte, pois é justamente ela que faz a picanha ter um sabor incomparável. Ao comer, é possível e até recomendado evitar a gordura, mas durante o preparo ela é fundamental para que a picanha atinja o máximo de sabor.

Quanto ao preparo, é importante que os cortes que forem à churrasqueira, sejam na grelha ou no espeto, estejam grossos, assim, ficarão no ponto de malpassados, que é a maneira ideal de se consumir a picanha.

Também é importante selar os cortes, para que eles fiquem mais saborosos. Para isso, deixe a carne mais próxima do carvão durante alguns minutos, sempre virando os lados, até que a aparência avermelhada suma.

4. Fraldinha

Levinha, com pouca gordura e em cortes pequenos. A fraldinha é realmente uma carne muito saborosa e menos pesada, sendo bem legal para servir em churrascos em que a criançada marca presença. As fibras mais longas que ela possui fazem com que a carne fique bem macia, muito fácil de ser ingerida.

O preço da fraldinha também é mais baixo que o da picanha, por exemplo, o que faz com que ela seja uma opção perfeita, sem pesar no bolso e trazendo qualidade para o churrasco. É bom comprá-la para dar uma diversificada e agradar a todo mundo que estiver presente, afinal, um churrasqueiro tem que fazer a galera feliz!

Dá para preparar a fraldinha tanto na churrasqueira de maneira comum, no espeto ou na grelha, quanto na brasa, envolvendo a carne em papel alumínio e a deixando sobre o carvão. Atente-se apenas ao nível do fogo, que se já estiver muito alto pode acabar queimando a carne.

5. Maminha

Assim como a picanha, a maminha é uma carne com bastante concentração de gordura, sofrendo também as influências positivas que essa característica dá: maciez e suculência. Para manter essas características é importante cortar as fatias em tiras, contra as fibras da carne, caso contrário ela pode endurecer.

O grande barato da maminha é que ela é uma carne mais acessível e entrega muita qualidade e sabor, o que torna ela uma opção com ótima relação custo-benefício. Não tem como dar desculpa de que tá duro, beleza? A maminha é muito gostosa e entra bem no churrasco. É certeza de agradar a todos!

Algumas dicas para mandar bem

Barbudo, é importante que você, além de escolher as carnes para churrasco certas, também mande bem na hora de preparar. Se você se propõe a ser o churrasqueiro, lembre-se de que precisa estar atento ao preparo, sem deixar que os cortes passem tempo demais queimando.

Também é importante que elas sejam limpas antes, então se você quer evitar esse trabalho, compre-as assim. Em vários mercados ou boutiques de carne elas vêm prontas para temperar e colocar na churrasqueira. Ah, não se esqueça que o sal grosso é suficiente para dar o sabor ideal. Coloque uma boa camada sobre as carnes, deixe por uns 10 minutos e depois retire o excesso antes de colocar na grelha ou no espeto.

Cheque sempre se a carne está em condições ideais para consumo! Ela precisa estar vermelhinha, com aquele aspecto de fresca. O odor não deve fugir do comum de uma carne.

E os amigos vegetarianos?

Também dá para fazer um churrasco inclusivo, barbudo! Seus amigos vegetarianos vão ser muito bem recebidos se você preparar alguns espetinhos voltados para eles.

Dá para fazer batatas grelhadas temperadas com azeite e páprica, cebolas (fervidas previamente), tomates grelhados, temperados com orégano e, para digerir, abacaxi cortado em rodelas! O tofu também é uma ótima pedida, basta deixar ele marinando no azeite e orégano 1 hora antes de grelhar.

Bem, agora você já está ligado nas melhores carnes para churrasco. Pegue as nossas dicas e vá ser feliz. Não se esqueça daquela cerveja gelada, hein!

Aproveitando o assunto, que tal ver algumas dicas mais gerais sobre como caprichar no churrasco?

Newsletter